27 de julho de 2017

3AM Dangerous Zone

Yooooo, minna!! Adivinhem quem está conseguindo postar "regularmente" no blog? Isso mesmo, a tia Kawaa!! Mas já vou logo adiantando que semana que vem volto ao trabalho... pois é, alegria de pobre dura pouco mesmo... Entretanto, farei o meu melhor para postar mais vezes por aqui... Então, vamos lá, que esse mangá josei virou meu xodózinho *u*

Título午前3時の無法地帯/ Gozen 3-ji no Muhouchitai/ 3 AM Dangerous Zone
MangakáNemu Youko
GêneroComédia, Drama, Josei, Romance, Slice of Life
(Mangá em andamento na scan - capítulo 10, volume 2)



SinopseDepois de se formar na faculdade, Nanase Momoko é contratada em um escritório de design de Pachinko. O que ela nunca imaginaria era que esse lugar é cercado de pervertidos e esquisitões excêntricos. O que contribui diretamente para que ela faça milhões de horas extras e perca seu namorado, Tamotsu. Depois de ser traída, Momoko parece se afundar mais e mais nesse emprego que ela quer abandonar, mas inesperadamente ela encontra apoio em Tagaya Masashi, um rapaz maduro que também trabalha no mesmo prédio que ela... Mas será que nossa querida Momoko conseguirá realizar seu sonho de ser ilustradora? E Tagaya, será que eles formarão um belo casal? Momoko conseguirá suportar o "segredo" que ele esconde?

O que eu achei: Serei bem sucinta nessa postagem... pelo menos, assim espero conseguir ser - risos. Li essa história numa sentada, fiquei tão animada com o enredo que comecei lendo em português e terminei a leitura em espanhol, tamanha foi a minha empolgação. Até porque ando bastante desanimada, então, foi um grande achado ter encontrado essa história. Gostei pacas da Momoko. Ela conquistou um emprego e descobriu que não era o que ela tinha imaginado, mas as circunstâncias foram se tornando tão complicadas que ela se via mais e mais envolvida no escritório, o que fez com que seu desejo de mudar de emprego fosse, aos poucos, diminuindo. A figura da Momoko nos faz pensar no quanto estamos acomodados em nossos empregos ruins e também serve de reflexão: realmente odiamos esse emprego ou não queremos admitir que gostamos dele?



Achei super legal a forma como a Nemu Youko trouxe temas bem angustiantes, mas que assumem um ar mais leve e descontraído na narrativa do mangá. Um exemplo disso, é quando a Momoko tem dúvidas se ainda gosta do seu namorado, o Tamotsu. Ir para a casa dele após o expediente era para estar com ele ou porque o apartamento dele era perto da empresa? Outro exemplo, é quando todos desconfiam do caráter de Tagaya e passam a ver Momoko como uma jovem iludida por um cara mais velho. O desenrolar desse episódio foi bastante satisfatório, mas eu fiquei me roendo de ansiedade para saber a verdade - risos.

No mais, super indico esse mangá. Não é uma história clichê, com romances bobinhos e situações constrangedoras. Ele tem uma pegada mais madura e cômica, mas traz um tom irônico muito forte. Além disso, ver uma história que trata de decepções e aprendizados, é muito importante e válido. Momoko cresce muito ao longo do tempo em que trabalha no escritório, mesmo que no início ela tenha querido se demitir. Vale salientar que mostrar o quanto podemos nos decepcionar com algumas coisas, funciona também como um ensinamento de como vemos isso: eu aprendo com meu ofício ou eu passo a vida toda odiando o meu trabalho sem conseguir mudar de emprego? São dilemas simples, cotidianos, mas que dão um ritmo extremamente original nessa história tão divertida. Recomendo.



Onde encontrar: Esse mangá está sendo traduzido pelo Mangás Space em parceria com o Lady Otomen Project. O mangá ainda está em andamento, mas falta pouco para eles concluírem o último volume, já que o mangá só tem três volumes. Para fazer o download, você pode optar pelo site do MS ou pelo site do LOP. Para os que preferem ler online, basta acompanhar essa história no Leitor Online do Mangás Space. Já para os mais apressadinhos como eu, pode fazer o download completo em espanhol no site do Last Heaven Fansub ou ler online no próprio Leitor do LHF ou no TuMangaOnline.

By Kawa Chan

20 de julho de 2017

Hibi Chouchou

Yooooo, minna!! Como vocês estão? Espero que bem. Infelizmente, muitas coisas aconteceram e me impediram de postar aqui, aliás, não só aqui como no Animangá. Mas aos poucos, espero tentar retomar minhas atividades aos poucos. Por favor, não desistam de mim!! Hoje trago pra vocês um dos mangás mais fofos que li recentemente. Se você é fã de shoujo escolar, certamente vai gostar dessa história.

Título日々蝶々/ Hibi Chouchou 
MangakáMorishita Suu
GêneroBishoujo, Comédia, Romance, School Life, Shoujo, Slice of Life
(Mangá completo na scan - 12 volumes)



SinopseShibazeki Suiren sempre foi uma garota muito bonita. Por causa da sua beleza, nunca teve sossego, sendo assediada e importunada durante toda a sua vida. Decidida a cursar o ensino médio numa escola mista, Suiren conhece o introvertido Kawasumi Kouha, que diferente dos demais garotos da escola, nunca a assediou. Uma garota tímida e um rapaz com dificuldades de falar com garotas têm alguma chance de darem certo?

O que eu achei: 'Uma leve e macia história de amor' definiria muito bem todo o enredo de Hibi Chouchou. Com belos traços e uma narrativa leve e delicada, vamos conhecendo Suiren e Kawasumi. Dois jovens que têm em comum o "medo" de falar com o sexo oposto. É explicado porque Suiren tem medo de rapazes, por ser muito bonita, sempre foi assediada por eles em qualquer lugar que estivesse, necessitando sempre da ajuda de terceiros para poder lidar com todo esse assédio, no caso, de sua melhor amiga Shimizu Aya.



Sendo assim, Suiren "arrasta" Aya, sua amiga de infância, para todos os lugares. Certamente, Suiren não faz por mal e ela tem consciência de que não quer ser a Takane no Hana que todos chamam. Takane no Hana significa flor no pico mais alto, ou seja, inalcançável. Vemos então que Suiren começa a ser ilhada pelos garotos da escola, que passam a tratá-la como a Takane no Hana de todos. Nem com toda a sua beleza, Suiren poderia ser feliz, já que desde o início ela é considerada "proibida" para todos. No entanto, Suiren deseja ser uma borboleta, ou seja, uma chouchou, daí o título do mangá, que a grosso modo significaria o dia a dia da borboleta. Ou seja, seria uma história para mostrar como a Takane no Hana se transforma numa borboleta.

Como todo shoujo escolar, vale salientar que Hibi Chouchou não foge de alguns estereótipos ou clichês. Triângulo amoroso que, na minha humilde opinião, poderia ser bem melhor trabalhado, a imagem da "rival" que no fundo no fundo nem é tão rival assim, a protagonista precisar ser protegida o tempo todo dentre outros. Para um romance leve, sem pretensões, Hibi Chouchou é um mangá extremamente fofo e divertido. Eu li e, particularmente, gostei muito. E por ter gostado tanto, fiquei triste por alguns personagens não terem um final tão digno como mereciam, estou me referindo ao Atohira-senpai e à Shinkawa Koharu. Ao lerem, espero que vocês entendam o que quero dizer. Outro ponto que me incomodou foi o namoro de Takaya Ryousuke (amigo de Kawasumi) e Ozaki Mina (que caiu de paraquedas na história). Quem acompanhar a história desde o início vai perceber o clima entre Aya e Ryousuke, o que poderia sim ser mais desenvolvido e infelizmente não foi.



Mas nem de pontos negativos é feita essa história. Mesmo necessitando ser protegida o tempo todo, Suiren vai contra tudo o que se espera dela. Espera-se a visão de uma princesa presa numa torre, que é justamente o que tentam fazer com ela, mas Suiren se insubordina e, à sua maneira, vai aos poucos avançando, evoluindo. Ela é honesta, sincera e cativante, o que me lembrou muito a Sawako. Assim que entra na escola, Suiren faz amizade com Kudou Yuri e junto com Aya formam um trio que mais tarde se torna um quarteto, quando elas ficam amigas de Sotomura Meguna.

No entanto, se você for daqueles que esperam várias reviravoltas, pode tirar o cavalinho da chuva. Hibi Chouchou se encaixa naquelas histórias tranquilas e suaves. As coisas acontecem nas entrelinhas e é tudo muito contemplativo e sem muita conversa ou enrolação. É um romance super fofo, pois Kawasumi e Suiren combinam muito, mesmo tendo gostos bem diferentes. A história tem uma pegada realista, mesmo que esse não seja o carro-chefe da história, mas fica subentendido que com o fim do ensino médio, é normal que cada um vá para um lado. No mais, se você gosta de Kimi ni Todoke, certamente vai adorar Hibi Chouchou. Recomendo de coração esse mangá. Muito lindo, muito fofo!



Onde encontrar: Se você for daqueles que gosta de baixar o mangá, ainda pode encontrar disponível para download no site da Kokoro Nin-Nin, que mesmo anunciando o fim da scan, ainda mantém os links ativos. Já para os que preferem ler online, podem acompanhar pelo Union Mangás. No mais é isso e espero que vocês tenham gostado da resenha. Até a próxima, meus amores...

By Kawa Chan

1 de abril de 2017

Resenha: Akutou Danshi (+16)


Olá, Laura-chan está vivinha da Silva, podem comemorar.
Eu não vou fazer um textão pedindo desculpas e me justificando, mas saibam que tá hard, mas a saudade desse blog me fez voltar. Aliás, estou corrigindo aos poucos algumas resenhas que estão com alguns erros de gramática e da imagem.
Anyway, esse mangá foi uma leitora que recomendou no chat do blog e eu não resisti e fui ler na mesma hora. E adorei, por isso me senti na obrigação de fazer a resenha. Podemos começar?

 Akutou Danshi


Sinopse: Suzuno é uma garota que é empobrecida de repente e para se manter na escola, tem que se tornar chefe do dormitório. Mas o que ela não espera é que o dormitório seja chamado de "Cidade do Crime" e ela tenha que lidar com vários delinquentes! O pior deles é Kazuomi, o líder do dormitório e quando ele a beija e... as confusões só estão começando!
Autor: Kurumatani Haruko
Status: Completo (3 capítulos)
Gênero: Comédia, Romance, Smut, Vida escolar.

Parece ser um mangá bem normalzinho, mas não é. Sério. É super engraçado, achei bem diferente e ainda não tem todo aquele sofrimento pra acontecer o beijo, pelo contrário, tem muito beijo e são uns bem calientes, rs.
Nas primeiras páginas, eu fiquei com um pé atrás, afinal uma garota numa república repleta de bad boys só dá o que? Estupro. E até se encaminhou para isso, eles chegam a arrancar a blusa dela, mas é aí que temos o maior plot twist (reviravolta) do século, ela é simplesmente muuito forte, ela joga o carinha que a segurava (para poderem abusar dela) longe e depois joga um móvel em cima dele.

Mas o enredo não é só isso, ela tem que convencer o bando de macho delinquentes a começar uma nova vida, serem bonzinhos e exemplares. Caso contrário, irão demolir o dormitório e ela não terá onde ficar, pois lá é o lugar mais barato que ela tem condições de pagar para morar.
Ela decide então usar o poder dela nessa missão, seja arrumando a casa ou acalmando/controlando os rapazes. E é claro que isso vai chamar a atenção do líder do dormitório, Kazuomi, que fica doidinho por ela e não economiza em investidas pervertidas contra a garota. Aproveito logo para ressaltar que o "+16" não é a toa, ao decorrer da história você irá se deparar com seios, uns beijos mais quentes do que o usual, bem como umas mãos bobas. Aliás, adoro.
É óbvio que por ser um shoujo irão aparecer conflitos para separar o casal, mas todos eles são resolvidos de uma maneira mais hilária que a outra. Sobre a arte, não é bem o estilo de traços que gosto, mas não chega a ser um ponto negativo do mangá, é até bonitinho.

Eu vou deixar o link, mas vocês vão notar que tem dois capítulos a mais, que são One Shots extras do autor, que não tem a ver com essa história, mas que pretendo fazer resenha sobre também. Enfim, para baixar clique aqui e para ler online clique aqui.
Beijos, Laura-chan. ♥

24 de novembro de 2016

Orange Marmalade

Yooooooooo, minna.... como vocês estão? Nossa, quanto tempo! Desculpem esse desaparecimento todo... é o corre-corre da vida. Mas hoje resolvi dar as caras, aproveitando um pouco do tempo livre que eu tenho, que ultimamente tem sido bem pouco. Como recomendação de hoje, adivinhem... vim falar dessa webtoon que para quem é fã de histórias de vampiros vai amar!! Desde já, super recomendo.

Título: 오렌지 마말레이드/ Orenji Mamalleideu/Orange Marmalade
Artista: Seok Woo
Gênero: Comédia, Drama, Romance, School Life, Slice of Life, Sobrenatural, Vampiro
(Webtoon completo na scan - 119 capítulos)




Sinopse: Há muitos anos atrás, vampiros e humanos viviam em guerra. Mas após diversos conflitos, um tratado de paz foi estabelecido. Há pelo menos 300 anos, humanos e vampiros coexistem nos mesmos ambientes, entretanto, o preconceito contra os vampiros é milenar e Baek Ma Ri sentiu na pela, desde a infância, o ódio e a intolerância que o seu povo sofre. Agora, aos 18 anos, Ma Ri tenta concluir o ensino médio e ter uma vida normal sem ser amiga de humanos, entretanto, depois de conhecer o jovem rapaz de sangue doce, Jung Jae Min, sua vida entra em colapso.

O que eu achei: Quando você vai lendo, vai entendendo o porquê de Ma Ri não querer ser amiga de humanos. Além disso, depois de tudo o que já passou por causa deles, é bastante plausível querer manter uma distância segura. Em contrapartida, enquanto tenta ser uma pessoa invisível no meio da multidão, Jang Jae Min, o cara mais cobiçado da escola, gostaria de não ser notado por ninguém, sobretudo, pelas garotas. Jae Min tem tanto asco de mulheres que é chamado pelos colegas de misógino. Mas quem diria, num belo dia, ao pegarem o metrô, Ma Ri e Jae Min dividem o mesmo banco e algo inusitado acontece: Ma Ri lhe dá um chupão no pescoço enquanto dormia!!



Para uma pessoa que queria manter distância das mulheres, Jung Jae Min fica super intrigado com essa garota estranha que do nada, lhe dá um chupão no pescoço. E para piorar, Ma Ri não se lembra do que aconteceu, o que deixa nosso herói super confuso, como assim, essa garota me dá um chupão no pescoço e ainda finge que não se lembra de nada?

Para tentar fazê-la se lembrar do acontecido, Jae Min retribui o chupão e Ma Ri fica super atordoada. O cara tem o sangue doce e mais delicioso que ela já sentiu o cheiro, por que agora ele insiste em ficar no seu pé? Já imaginou que dilema? Ma Ri e sua família se alimentam de sangue de porco, embora comam comida humana, eles não conseguem digerir e, rapidamente, precisam vomitar, se não passarão mal. Aí, inusitadamente, surge um cara de sangue doce para sacudir a vida de Ma Ri de pernas pro ar.



Jae Min não larga do pé de Ma Ri, sempre dando investidas, até perceber que está apaixonado por ela. E fazer de tudo para conquistá-la. Mas não pense que tentar se livrar de Jae Min é um dos maiores problemas de Ma Ri não. Nesse ínterim, ela tenta se livrar também das investidas de Jung Soo Ri, do clube banda, que a ouviu cantando sem querer. Agora Ma Ri, que queria apenas uma vida tranquila e sem agitações, se vê atordoada pelas investidas de Jae Min e de Soo Ri e Dou Woo Mi, amiga de Soo Ri, que também é integrante do clube banda.

Mas apesar de insistir tanto em se afastar, Ma Ri acaba se vendo tão envolvida com tudo isso, que quando percebe, já se tornou amiga de Soo Ri e Wou Mi. Entretanto, apesar da amizade, Soo Ri nunca escondeu seu asco e repúdio contra os vampiros. O que irá fazer com que Ma Ri tente se afastar definitivamente do grupo e das amigas. No entanto, quando Soo Ri quase sofre um grave acidente, Ma Ri não só a salva como fica embaixo dos escombros e muito machucada. É nesse dia que Soo Ri descobre que Ma Ri é uma vampira e tudo o que ela acreditava saber sobre vampiros desmorona. Todas as suas convicções se desmancham como um castelo de areia.



Mas não é apenas a Soo Ri que tem seu mundo modificado ao saber sobre os vampiros. A professora da escola, Oh Ro Rah, amiga da tia de Ma Ri, Ha Na Bi, não só entende de vampiros como é a pessoa que fará de tudo para ajudar nossa heroína na escola. Mas ela guarda dois terríveis segredos, mas que eu só poderei contar um: ela é a mãe de Jae Min e, embora ninguém na escola saiba, ela faz de tudo para reconquistá-lo, mas ele não a aceita de forma alguma e a trata super mal. Ao longo dos capítulos, vocês irão entender por que a relação entre eles é tão conflituosa.

Uma das coisas que eu mais gostei em Orange Marmalade, é que os vampiros são pessoas normais que para viver se alimentam de sangue, apenas isso. Os vampiros, nessa história, são uma analogia às minorias representativas que temos em nossa sociedade, como os homossexuais, por exemplo. Houve um tempo em que se acreditava que homossexuais eram pessoas estranhas, como se elas nem sequer fossem humanas, porque como os homossexuais tinham medo do preconceito que sofriam, eles se escondiam, se reprimiam. Essa mesma lógica aparece em Orange Marmalade. Os vampiros têm medo de se mostrar para os humanos com receio do preconceito e mais ainda das represálias. Pois quando algum vampiro era descoberto, suas vidas eram afetadas significativamente, e eles tinham que se mudar de cidade sempre e sempre.



Não vou entrar mais em detalhes para não estragar a surpresa. Muitas coisas acontecem ao longo da história. É explicado o porquê de Jae Min ter raiva da mãe. É esclarecido o verdadeiro autor do crime da estudante com marcas de vampiro no pescoço. Começam as lutas pelos direitos dos vampiros. Ma Ri descobre o que é ter amigos de verdade para suportar a barra difícil que vai ter que enfrentar depois da traição de Chae Rin e uma infinidade de coisas. O Si Ho é um fofo, apesar de tudo, enfim... Leiam!! Vale muito a pena.

Onde encontrar: Antes de colocar os links de onde encontrar esse webtoon para ler online, vale mencionar que foi lançado um dorama dessa história. Eu particularmente odiei o dorama, mas há quem se entusiasme. Aos que se interessarem, o drama está disponível para download nos fóruns do Fighting FansubKingdom Fansub Siwon Fansub. Para quem preferir ver online, tem disponível nos sites do DramaFever e no Viki. Agora, para quem prefere o manhwa como eu, o webtoon está disponível para leitura online e para download no site do Toshi wa Yume. Espero que vocês gostem da minha sugestão e prometo ficar menos tempo ausente... Kissu... Até a próxima.

By Kawa Chan

18 de junho de 2016

Ano Hi Mita Hana no Namae wo Bokutachi wa Mada Shiranai (Ano Hana)

Quando assisti ao anime de Ano Hana foi por acaso. Eu estava procurando um anime curto para ver e como eu sempre acho que animes de nomes grandes costumam ser bons, eu resolvi arriscar, e adivinhem.... Eu AMEI!! Ano Hana me arrancou lágrimas, sorrisos, enfim... A Menma se tornou uma personagem inesquecível para mim.

Título: あの日見た花の名前を僕達はまだ知らない。/ Ano Hi Mita Hana no Namae wo Bokutachi wa Mada Shiranai (Ano Hana)
Roteiro/Arte: Mari Okada/ Mitsu Izumi
Gênero: Drama, Psicológico, Romance, Shounen, Slice of Life, Sobrenatural, Tragédia
(Anime - 11 episódios // Mangá - 3 volumes - Licenciado pela JBC)


Sinopse: Amigos inseparáveis. Esses eram Jinta Yadomi (Jintan), Meiko Honma (Menma), Naruko Anjou (Anaru), Atsumu Matsuyuki (Yukiatsu), Chiriko Tsurumi (Tsuruko) e Tetsudo Hisakawa (Poppo). Entretanto, após a morte inesperada e prematura de Menma, tudo muda. Cada um vai para o seu lado e nenhum deles tem coragem de se reunir novamente. Alguns anos depois, o espírito crescido de Menma aparece para Jintan e só descansará em paz quando ele atender o seu desejo.

O que eu achei: A história de Ano Hana trata de espiritismo, mas sem nenhuma concepção religiosa disso. A ideia é bem simples: o espírito de Menma volta e seu objetivo é realizar um desejo não concretizado em vida, na verdade, Menma volta para cumprir uma promessa que fizera à mãe de Jintan. Entretanto, ela acaba fazendo muito mais coisas na vida desses cinco amigos.



Os demais personagens são muito bem trabalhados. Cada um deles. Evitando-se ao máximo a incoerência entre suas personalidades e conflitos pessoais. A Anaru sente remorso por achar que teve culpa na morte de Menma, assim como o próprio Jintan, que se sente o mais culpado de todos. Além deles, a Tsuruko e o Yukiatsu sentem que também tiveram culpa por ajudarem a criar o clima de tensão no dia da morte de Menma. Não cito diretamente o Poppo, porque ele era muito crianção, embora depois de crescido não tenha mudado em nada, já que ele chama e ainda "vê" Jintan como o "líder" dos Super Protetores da Paz (já que era assim que eles se autointitulavam).

Resumindo, Ano Hana é uma das histórias mais emocionantes e sensíveis que já vi, e olha que eu já vi muitos animes na minha vida!! Queria poder ter uma vida toda para assistir todos, mas me contento com os especiais e os marcantes como esse que acabei de apresentar para vocês. Espero que vocês saiam correndo desesperados (brinks!! ;D) para assistir ao anime e ler o mangá (caso consigam comprar nas bancas)!!



Onde encontrar: Bom, como ver anime é bem mais fácil do que ler o mangá, deixo aqui alguns links de onde ver online. Para quem tem o aplicativo Giganima baixado no celular ou tablet, pode assistir por ele tranquilamente. Mas para quem não tem, é possível assistir Ano Hana no site do Animeq, Super Animes, etc. Já para aqueles que preferem fazer o download, basta acessar o site do Anbient e baixar os episódios. Então, minna... é isso... Até a próxima e um ótimo fim de semana para vocês. Kissu...

By Kawa Chan

5 de junho de 2016

Crazy for You

Yoooooooooo, minna... olha eu aqui de novo!! Então, acho que estou atolada de coisas para estudar, mas sabe né, a coisa de procrastinar não é de Kamisama. Tenho um monte de coisa pra fazer, mas adivinha só o que a pessoa escolhe fazer: ler mangá, ver anime, filme, séries, enfim... depois chora no final do período... Mas sem lamentação, nem choro nem vela... vamos tratar do que interessa.

Título: クレイジーフォーユー/ Crazy for You
Mangaká: Shiina Karuho
GêneroComédia, Drama, Romance, School Life, Shoujo
(Mangá completo na scan - 6 volumes)




SinopseTakamura Sachi é uma garota muito alegre e despreocupada. No auge de seus 17 anos, o que ela mais deseja é arrumar um namorado. Tudo parece perfeito quando ela conhece Yukihiro Miyamoto, entretanto, Yuki não passa de um bad boy sem coração. Mas apesar de saber que Yuki não gosta dela, já é tarde demais, Sachi não consegue mais pensar em outra pessoa.

O que eu achei: Comecei a ler esse mangá porque é da mesma autora de Kimi ni Todoke (que apesar de toda a enrolação, eu adoro). Dei uma chance e não sei porque gostei. Pode ser que eu tenha um gosto macabro por melodramas, mas o fato é que gostei pacas dessa história e de todo o sofrimento da Scahi pelo Yuki (que não vale nada). Mas apesar de ter gostado, também tive alguns momentos em que eu fiquei super indignada. Não é porque eu gosto de melodramas que vou aceitar tudo. A Sachi tem uma autoestima muito questionável. Mas de certa forma, começa a lidar melhor com as coisas. Mas não estou dizendo que ela amadurece. Ela só aprende a se blindar um pouco (mas só um pouco mesmo).



O legal do mangá mesmo, são os demais personagens, sobretudo, a Akemi (amiga quase fura-olho da Sachi) e o Akahoshi (o forever alone da parada). Embora a história seja aquele típico shoujo dramalhão, mas dramalhão mesmo, eu gostei. Sim, gostei. E recomendo. Mas aviso de antemão. No início, os traços não são os mais bonitos e a edição de quem traduziu antes é um pouco ruim em qualidade. Mas isso não atrapalha na história. Mas incomoda, pelo menos me incomodou um pouco. Outra coisa, só leia se você realmente gosta de melodrama, porque tem horas que você quer encher ou a Sachi ou o Yuki de porrada. Mas tirando isso, é um mangá bem interessante.

Onde encontrar: Inicialmente, Crazy for You foi traduzido pelo Yazawa Mangás, mas que por algum motivo sem explicação, abandonou o projeto faltando apenas o último capítulo para traduzir. Por sorte, a equipe do My Otaku Way resolveu traduzir esse capítulo. Obrigada, muito obrigada mesmo à equipe do MOW. Mas com o fechamento do MOW, CFY pode ser encontrado para download completo e leitura online no site do Toshi wa Yume. Espero que gostem!! Beijos e até a próxima.

By Kawa Chan

28 de maio de 2016

B.O.D.Y.

Olá, meus amores, como vocês estão? Andei um bocadinho sumida, mas é aquela coisa, né? Tem sempre aqueles momentos em que você não consegue se livrar da vida corrida. Mas, pelo menos hoje, estou um pouco mais folgada e por causa disso, resolvi postar uma recomendação de leitura para esse fim de semana. Espero que gostem!!

Títuloボディ/ B.O.D.Y.
Mangaká: Mimori Ao
Gênero: Comédia, Drama, Romance, School Life, Shoujo
(Mangá completo na scan - 15 volumes)



Sinopse: Sakura Ryouko é uma garota desastrada e bastante ingênua. Ela é do tipo de pessoa que acredita em tudo o que vê. Sua meta é encontrar um namorado e seu interesse em particular é no introspectivo, Fuji Ryounosuke. O cara é bem estranho e tudo se torna ainda mais delicado quando ela se apaixona pelo rapaz reservado, mas toda essa imagem dele não passa de uma farsa. Então, quem é Fuji Ryounosuke afinal?

O que eu achei: Antes de mais nada, eu fiquei super satisfeita com o final da história. Foram 15 volumes que não me decepcionaram. Claro que dos volumes 11 ao 13, algumas coisas aconteceram que eu achei suuuuuuuuuuuuuuper desnecessária e me pergunto qual a necessidade de fazer meu kokoro sofrer tanto, mas ainda bem que tudo se resolve. Gostaria de poder falar mais sobre esse mangá, mas não posso revelar muita coisa para não estragar a surpresa de vocês.

Falando um pouco dos personagens, a Ryouko não é uma personagem cansativa, ela é honesta, sincera, fala tudo o que tem vontade de falar e eu acho muito legal esse tipo de personagem. Ela não é forçada. Além disso, suas melhores amigas são amigas de verdade. A Miyake Asuka e a Moroboshi Yuki são amigas fiéis e estão sempre ali pro que der e vier. Vale salientar, que em um determinado momento da história, Ryouko e Asuka se desentendem por causa de Shirai Kousuke, que seduz Asuka, mas na verdade, era um cara escroto que queria se vingar de Fuji. Enfim... vou logo adiantando que muitas reviravoltas acontecem nesse mangá... Haja coração!! Mas isso foi também uma das razões que me fizeram amar essa história.



Os personagens e o enredo estão sempre em constante mutação. Eles amadurecem juntos, sofrem juntos, enfim, aprendem a ser melhores juntos. Super recomendo que vocês também leiam, a história é bem divertida. No começo, tem muita comédia, sobretudo, quando Sakura descobre a verdadeira identidade do Fuji. E mais, cada confusão em que eles se metem por causa disso, é outra coisa à parte. Gostei muito desse mangá. Ele amadurece junto com os personagens. A Sakura se torna mais adulta e o Fuji começa a pensar de fato no seu futuro e tenta dar um rumo a sua vida. Gente, realmente eu sou suspeita para falar. Essa história é muito boa. Apesar de alguns clichês, super recomendo. Não só pelo enredo, mas também pela originalidade e também porque eu adoro mangás com estilo retrô. No mais, é isso, minna... super recomendo e espero que vocês também gostem dessa história. Até a próxima, kissu...

Onde encontrar: Esse mangá encontra-se disponível para download completo no site do Mangás Space e para aqueles que preferem ou gostam de ler online, adivinhem só... o Mangás Space agora está com leitor próprio, então, fazendo propaganda gratuita para eles, para os que gostam de ler online, é só clicar aqui. O leitor do MS está muito lindo!! Parabéns.

By Kawa Chan

30 de abril de 2016

Resenha: Gekou Jikoku Made Ato Go Fun


Olha só quem finalmente decidiu dar o de sua graça e vir postar uma resenha, euzinha, Laura-chan. Depois vocês brigam comigo, agora vamos para o que realmente importa: Finalmente o mistério sobre qual mangá era o da imagem acima, que encontra-se em 'Aviso' no blog, foi resolvido graças a uma curtidora da página do facebook chamada de Jordanna Victória. E se você ainda não curte a página, clique aqui para ser direcionado(a) para ela. Preparados para mais uma resenha?

Gekou Jikoku Made Ato Go Fun

Sinopse: Esta é a doce história de um rapaz sem sentido de humor, e uma menina irrequieta. Eles nunca tinham falado um com o outro, mas agora encontram-se presos na mesma sala. O que irá acontecer com eles.
Títulos:下校時刻まであと5分; 5 Minutes Before School Ends
Mangaka: MAKITA Tao
Gênero: Comédia; Romance; Vida Escolar; Shoujo.

Essa é uma one-shot fofinha e engraçada, sem falar que antes de perceber você já terminou de ler. O enredo é bem simples, Akiyama Masato tinha que terminar os preparativos para o festival cultural quando uma outra aluna, Aira Minami surge mostrando que terminou seu trabalho, só que ela acaba fechando a porta e a chave estava na bolsa do Akiyama, que por acaso ficou do outro lado da porta, fazendo com que os dois fiquem trancados no depósito da escola. E o horário de aula está prestes a acabar, então eles têm pouco tempo para conseguir sair dali.

Imagem postada na página da MSB
Enquanto ficam sem saber o que fazer na sala, eles conversam pela primeira vez e podemos ver que não são só as suas personalidades que são opostas. Enquanto ele não quer ter uma vida escolar e esbanjar um mal humor, ela quer aproveitar a escola e fazer amigos, pois depois do ensino médio quer sair para trabalhar e arrumar dinheiro para a sua família, surpreendendo Akiyama e os leitores com seu esforço e positividade para lidar com isso.
Depois disso, ele deixa de agir de forma tão rude e começam a pensar no que fazer para conseguirem sair dali. Apartir daí podemos ver que ele vai cedendo e mostrando outro lado da personalidade dele, ficando mais fofo até chegarmos ao resultado da imagem. Não vou detalhar mais, porque já estou falando até demais, sos.
Na minha opinião, é uma boa one, porém eu queria muito que tivesse uma continuação, já que o fim da história deixou um sentimento de "hã? já acabou?". Sem falar da arte em geral que é maravilhosa, sério, fiquei encantada com os traços dos personagens.

Para ler online clique aqui, porém se quiser baixar clique aqui.
Bom, espero poder voltar para escrever para vocês qualquer dia, me aguardem.
Beijos, Laura-chan ♥

18 de abril de 2016

Koe no Katachi

Yooooooo, minna... olha eu aqui de novo!! Estou aproveitando ensandecidamente meus poucos e raros momentos de ociosidade. E hoje trago para vocês a recomendação de um mangá que li uns dias atrás. Apesar de não ser fã de shounen em geral, resolvi ler essa história e confesso que gostei bastante. Ele foge daquele modelo de shounen tradicional a que estamos acostumados. Vale a pena.

Título聲の形/ Koe no Katachi (The Shape of the Voice)
MangakáOoima Yoshitoki
GêneroComédia, Drama, Ijimi, Romance, School Life, Shounen
(Mangá completo na scan - 7 volumes)




Sinopse: Ishida Shouya passava seus dias tentando vencer o tédio. Arriscando a vida e considerando tudo e todos enfadonhos. Entretanto, a sua vida e o seu modo de ver o mundo mudam completamente após a chegada de Nishimiya Shouko, uma colega de classe que tinha sido transferida para a Escola Sumoi.

O que eu achei: Como disse lá no comecinho, não sou fã de shounen. Não sei se é o formato que não me atrai ou o tipo de protagonista babaca que escolhem, enfim... eu não curto muito. Mas isso não quer dizer que não leio ou não assisto a nenhum mangá/anime do gênero. Eu só evito. No entanto, o que Koe no Katachi teve que me atraiu? Nem eu sei, mas à medida que ia lendo, ia me sentindo mais envolvida com a história de Ishida e, sobretudo, de Nishimiya. Vou tentar ser mais clara.

Ishida é um idiota completo. Sua vida é um tédio só e ele não consegue ter paciência para nada. Tudo isso muda quando Nishimiya se transfere para sua escola, Nishimiya é surda e tenta ao máximo não incomodar os colegas. Ishida vê na nova colega uma válvula de escape para fugir do tédio. Não só ele, como todos os demais colegas acabam praticando bullying com Nishimiya. Enquanto uns cometem, outros se omitem e se inicia o ciclo de sofrimentos para Nishimiya. Que não suportando mais, decide se transferir para uma escola para alunos especiais.



Após a saída de Nishimiya, Ishida começa a ser alvo dos colegas e de importunador, passa a ser importunado. Mas isso de certa forma faz com que ele se torne uma outra pessoa. E ele decide procurar Nishimiya e tentar se redimir. O que gostei nesse mangá foi, sobretudo, das transformações pelas quais cada personagem passa até chegar na sua fase adulta. O interessante é que cada personagem tem direito a um arco que trate um pouco da sua perspectiva, alguns capítulos nos mostram alguns dramas vividos por eles e dilemas a serem vencidos. Ishida aparece como um menino desinteressado pelas coisas, o que o fazia sentir necessidade de sempre estar se desafiando. Para isso colocava sua vida em risco. Entretanto, seu foco de atuação muda totalmente quando Nishimiya se torna sua colega de sala. Mas muda totalmente e em situações distintas. Gostei muito. Recomendo.

Onde encontrar: Encontrei esse mangá por acaso no site da scan Abornal Scanlator. Eu não conhecia essa scan nem muito menos esse mangá. Para quem prefere fazer o download, é só pesquisar na página do Abnormal ou na página do Kyodai Scans. Para ler online, tem disponível no Union Mangás. Boa leitura e espero que tenham gostado. Até a próxima, kissu...

By Kawa Chan

17 de abril de 2016

Otomegokoro

Chegando pra movimentar essa bagaça... e como não poderia ser diferente, estou trazendo mais uma indicação shoujo pra vocês. Talvez alguns de vocês conheçam, talvez não... Esse mangá é da mesma autora de L♥DK, apesar de não ser o mais badalado dela, é uma história muito legal. Um pouco clichê, é verdade, mas vale a pena.

Títuloオトメゴコロ/ Otomegokoro
Mangaká: Watanabe Ayu
Gênero: Comédia, Drama, Romance, School Life, Shoujo
(Mangá completo na scan - 2 volumes)



SinopseNene Kashiwagi é uma garota desajeitada e pouco feminina, mas é justamente isso que a faz ser tão fofa. Embora, quando a situação aperte, ela desce o braço mesmo, literalmente. Enche o melhor amigo de porrada. Entretanto, Nene, como toda garota da sua idade, não tem uma auto-estima tão alta e sua paixão não correspondida por Jun Endou, seu melhor amigo, faz com que se sinta ainda mais nervosa e insegura. E a situação só piora quando a antiga paixão do Jun, Izumi Kawamura aparece na história e começa a querer cativar a atenção não só de todos como, principalmente, a do Jun.

O que eu achei: Sabem aqueles shoujo clichês mas que nunca te cansam? Pois é... Otomegokoro conta a história de Nene, uma adolescente que se sente insegura por não ser tão feminina quanto gostaria de ser. Além disso, ela tem um amigo de infância pelo qual é apaixonada, mas ele sequer percebe. E tudo se torna ainda mais delicado quando a ex dele surge no pedaço. Então, sem pregar o ódio, vale salientar que tem muita ex que mais atrapalha do que ajuda. Exposto esse cenário, nossa heroína precisa conquistar o coração do Jun e driblar as artimanhas da Izumi. Que tarefa difícil não? O mais legal desse mangá é que ele mostra uma Nene com a qual você se reconhece. Quantas meninas por aí, não se sentem como ela? Quantas gostariam de ter um amigo tão bonito e legal? Pois é... Muitas de nós. A história é muito legal, digno da autora de L♥DK, recomendo.

Onde encontrar: Esse mangá foi traduzido pela equipe do Redisu e pode ser encontrado para leitura online no site do Union Mangás. Boa leitura!!

By Kawa Chan
Theme por Erica Pires © 2011 - 2012 | Powered by Blogger | Todos os direitos reservados | Melhor Visualizado no Google Chrome | Topo